3º dia de festival promete movimentar a cidade

Por

Jamerson Soares / Bureau de Comunicação - coord. Keka Rabelo / Fotos: Ascom

21 de outubro de 2022 11:22:47

 Atualizada em

21 de outubro de 2022 11:22:47

 

A programação do terceiro dia de Festival de Música de Penedo está recheada e promete movimentar ainda mais a cidade. Nesta sexta-feira (21), as oficinas instrumentais e especiais continuam acontecendo em seus respectivos horários e locais, a partir das 9h. Às 14h, no auditório da Casa de Aposentadoria, haverá uma sessão de comunicação, com a apresentação de publicações na revista Musifal, sob coordenação de Kleber Dessoles e Ziliane Teixeira.

 

Às 16h30, acontecerá alguns concertos no salão principal da Igreja de Santa Maria dos Anjos. O Imperial Coro de Penedo se apresenta sob a regência de Patrícia Albuquerque, como também o Grupo de Música Antiga Iberian Ensemble, vindo de Portugal. Esse grupo é composto por Alexandre Andrade, Jardel Souza e Vinícius Perez, com a participação especial do professor Joel Barbosa, Eneida Lima e Jairo Brandão (BA).

 

Também será realizada a 1ª Mostra de Música Autoral Velho Chico, no Palco da Música, localizado no auditório do Centro de Convenções. O encontro acontece às 17h. Um concurso vai definir a melhor composição. Às 18h serão apresentados alguns concertos didáticos, com o violinista Ezequias Lira.

 

E para encerrar a programação, será montado o Palco de Música no Largo da Igreja de São Gonçalo. A Noite Pernambucada vai promover as apresentações do maestro Mozart Vieira, com a participação especial dos músicos Sebastian Silva e maestro Spok, todos pernambucanos.

 

Segundo Spok, que também vai ministrar a oficina Grupos Instrumentais 1, na sala 1 do Convento Nossa Senhora dos Anjos, haverá uma grande apresentação como resultado de sua oficina e a do Niraldo Riann de Melo (PE), Grupos Instrumentais 2. O show começa às 19h.

 

"Combinei com o professor Niraldo, trompetista da nossa SpokFrevo Orquestra de juntar as duas oficinas, montar algo com os alunos e apresentar o trabalho no palco à noite. Será uma noite muito bonita", comemorou o maestro Spok.

 

Texto escrito por Jamerson Soares, do projeto Bureau de Comunicação da Ufal, com a coordenação e assessoria de comunicação Keka Rabelo, coordenação geral de Manuela Callou sob orientação de GT de Comunicação com Festival de Música de Penedo e Centro de Musicologia de Penedo - Cemupe/UFAL

ANEXOS

MÍDIA